Siga-nos:

Assoalhos e tacos de madeira: qual o melhor tipo de madeira para sua casa?

Assoalhos e tacos de madeira: qual o melhor tipo de madeira para sua casa?

Na hora de construir ou reformar um ambiente, a escolha do piso é uma das decisões mais importantes a se fazer. Além de sua funcionalidade, o piso é um elemento estético importante, que ajuda a criar a atmosfera desejada no espaço. Entre os diferentes tipos de piso disponíveis no mercado, os assoalhos e tacos de madeira são altamente valorizados por trazerem mais beleza, sofisticação e conforto térmico aos ambientes.

No entanto, é essencial escolher o tipo certo de madeira para o piso, pois elas podem variar em tamanho, espessura, largura, maneiras de aplicação e características únicas. Antes de decidir comprar a primeira opção que o vendedor te oferecer, você deve saber qual é a melhor escolha para o ambiente no qual o piso será instalado. Além disso, não esquecer que piso de madeira demanda cuidado e manutenção.

Identificando os  tipos de piso

  Os pisos feitos em 100% de madeira inteiriça (sem partes prensadas, retalhos ou misturas )  possuem duas categorias podendo ser encontrados no mercado como tacos ou como assoalhos. Suas principais diferenças estão relacionadas aos tamanhos, tipo de encaixe entre as peças e forma de aplicação.

Os assoalhos são tábuas produzidas com uma largura padrão (que geralmente varia entre 6 a 20 cm) e comprimentos variados. Por se tratar de um revestimento oriundo diretamente da natureza, os comprimentos das peças são entregues em tamanhos variados, geralmente entre 1,00 a 6,00 metros de comprimento. Quando nos referimos à largura, v  ale destacar que o quanto mais larga as peças de assoalho são, mais nobre é classificado aquele piso de madeira (comparado com outros pisos de madeira da mesma espécie).  Eles podem ser feitos com diversos tipos de madeira, cada uma com características únicas. Para projetos onde o trafego de pessoas é alto ou a movimentação de móveis é frequente, é recomendado a usar madeiras que tenham alta densidade como: Ipê, Cumaru, Garapa ou Jatobá. Isto porque quanto maior é a sua densidade, maior é a resistência contra riscos, arranhões e amassados. Já madeiras de média densidade são recomendadas para áreas de baixo tráfego ou que não se exija uma demanda grande de resistência, que é o caso do Angelim e do Tauari por exemplo. As réguas de assoalho contam com o sistema de encaixe macho e fêmea que tem por objetivo evitar a movimentação das peças além de servir como base para pregar o assoalho no barrote sem que o parafuso ou prego fique visível (O que é muito importante para quem valoriza um bom acabamento).

Os tacos geralmente são feitos de peças de madeira que são pequenas demais para serem utilizadas como assoalho. Por se tratar de serem peças menores, acabam tendo o preço do m² muito mais em conta em relação aos assoalhos. Outro diferencial do taco é que eles não possuem encaixe macho e fêmea, o que possibilita restaurações mais frequentes e uma vida útil mais duradoura.  Diferente do assoalho onde o lote de um piso tem peças de comprimento variado, os lotes de taco costumam ter as peças com tamanhos padronizados! Os lotes mais comuns são: 21×07 cm, 07×35 cm, 07x42cm, ou 10×40 cm). Ainda sim, existe alguns modelos onde se mantem a largura do taco e se diversifica em seu comprimento.

Considerações sobre a instalação:

Caso você opte pela instalação de tacos de madeira, a instalação é feita diretamente no contra piso com uso de prego ou de cola. É comum encontrar em casarões antigos a instalação feita com o prego em formato de “L” que era colocado no cimento ainda fresco onde o prego tem uma função de ancora.  Hoje em dia, a tecnologia se desenvolveu consideravelmente e, a forma de instalação mais comum é com cola PU! Isto por que além da praticidade de não ter que ficar batendo prego em cada peça, sua fixação é altamente resistente e de fácil aplicação.

Para instalar o assoalho, é preciso fixa-lo em uma peça conhecida como:  barrote, granzepe, garrote, viga, caibro ou simplesmente ripa de madeira. Estas peças costumam ter em torno de 2cm de altura. Não tem um comprimento mínimo ou máximo, a medida vai depender do seu projeto e da disponibilidade do seu fornecedor. O barrote é pregado diretamente no contra piso e o assoalho é pregado em cima dos barrotes. Os assoalhos MACAL contam com a tecnologia de rebaixamento do encaixe macho e fêmea! Isto permite uma capacidade maior de renovação do seu piso e adequação sem prejudicar a fixação com pregos e parafusos nas juntas. Lembrando que o ideal é que o prego faça um ângulo de   45° graus.

         

Cuidados com tacos e assoalhos de madeira

As madeiras mais duras apresentam um melhor resultado ao longo dos anos. Afinal, elas são mais resistentes contra impactos e não arranham ou deixam marcas com tanta facilidade.

Caso o  local da instalação seja suscetível a umidade, procure soluções de impermeabilização  para o contra piso. Isso evitara que a madeira absorva umidade do solo(principalmente se a instalação for feita em uma cobertura ou no primeiro andar).

Utilize verniz de qualidade! Vernizes com resistência de trafego e resistente a água são os mais recomendados para área interna. Caso seja área externa certifique-se de que o verniz também tenha proteção solar. Isto aumentará drasticamente a vida útil do seu piso. Lembre-se de fazer retoques a medida em que o verniz for desgastando.

Ademais, é preciso entender que apenas uma boa madeira não é suficiente. Independentemente de qual material você escolher, ele demandará cuidados especiais. Somente assim terá uma vida útil maior.

Para um cuidado regular, faça o uso de vassoura com cerdas macias e panos levemente úmidos para remover as sujeiras do dia a dia.

Lembre-se: Ao contrário da maioria dos pisos, o piso de madeira pode ser renovado! Isto significa que, caso o piso esteja com aspecto de velho ou antigo, basta lixar o piso e aplicar um novo verniz que ele ficara com aspecto de novo.

Em resumo, a escolha do piso é um investimento importante em qualquer ambiente, e os pisos de madeira são opções altamente valorizadas por sua beleza e durabilidade. Com cuidados adequados, eles podem durar mais de 30 anos e continuar a trazer beleza e conforto ao ambiente.

 

Melhores madeiras para assoalhos e tacos

Conhecer os tipos de madeiras é algo que toda pessoa que faz uma obra deve se atentar. Só assim, não corre o risco de comprar um produto de baixa qualidade ou que não atende às suas necessidades.

–  Sucupira: madeira forte e resistente a fungos, cupins e aos efeitos do tempo que causam o desgaste e a podridão do material. Assim, ela é uma excelente opção, disponível mais diversos tons de marrom (do chocolate ao mais escuro).

–  Jatobá: é ideal para pisos, podendo ser aplicado nos mais diversos cômodos. Ela tem uma coloração castanha, que pode ser clara ou avermelhada. Esse aspecto garante a ela uma cor única, que chama a atenção. Além disso, o jatobá aceita o uso de impermeabilizantes e lustragem para ter um aspecto mais brilhante e saudável.

–  Ipê: Essa é a cereja do bolo! Uma madeira nobre e muito resistente considerada a madeira comercial com a maior dureza do Brasil. Ela envelhece mantendo a sua beleza e é altamente resistente aos parasitas, mofos e à umidade, característica essencial ao se pensar em um piso. A madeira perfeita para quem sempre quer o melhor material para seu projeto.

–  Cumaru: É a madeira mais procurada do Brasil quando se trata de pisos. O motivo é a sua qualidade, estando abaixo apenas do Ipê. Sua tonalidade é mais uniforme comparado a outras madeiras de alta qualidade o que a torna bastante atrativa trazendo mais homogeneização ao projeto. Pode ser utilizada em qualquer projeto. Ela também tem uma excelente finalização e um resultado impecável.

Tauari: É uma madeira bem clara o que dá amplitude e leveza ao ambiente. Por se tratar de uma madeira clara é mais fácil de pigmentar do tom de sua escolha. É uma madeira mais macia relacionada as madeiras citadas anteriormente, sendo recomendado o seu uso apenas em área interna e com baixo tráfego pois está mais suscetível a arranhões e amassados.

– Garapa: Ela é o que podemos chamar de meio termo! Uma boa solução para quem quer uma madeira resistente e ao mesmo tempo uma madeira clara. Geralmente as madeiras mais duras tendem a ser escuras enquanto as madeiras mais claras tendem a ser mais frágeis. A

Você sabia que, além dos pisos, também é possível incorporar um rodapé de madeira no seu projeto? Leia mais.

Tem mais dúvidas sobre madeira?

A Macal tem uma equipe completa de Especialistas disposta a te ajudar no seu projeto!

Visite nosso site: www.macalmadeiras.com.br

Ou entre em contato com um de nossos especialistas: Click aqui

Artigos recentes

Quero receber novidades em primeira mão!